domingo, 24 de outubro de 2010

Alberto da Veiga Guignard


Amor, por que deixaste a pressa te matar ?
Amor, por que atropelaste o caminho ?
ah! Amor... Amor... Amor...
Sana essa dor que me faz acabar,
livra minh'alma desse espinho...

3 comentários: