terça-feira, 16 de fevereiro de 2010

Nada

"Le Carnaval d´Arlequin" (O Carnaval de Arlequim) Joan Miró i Ferrá




A incógnita aqui é o nada, segundo Heidegger " O nada se revela pela angústia "
Angústia para Heidegger " Disposição afetiva pela qual se revela ao homem o nada absoluto sobre o qual se configura a existência. "


Mas e a falácia...?

2 comentários:

  1. Bolinho de chuva !!
    Que blogger lindo...é muito saber que vc criou esse cantinho poético parabéns...assim não perderemos contato ...Beijãooo Lu !!!
    Sou seu seguidor fiel rss

    ResponderExcluir
  2. Um objeto, sem a análise através dos sentidos, resume-se a nada... Seria angustiante a escuridão sensorial, não acha? Abraço!

    ResponderExcluir