sábado, 18 de setembro de 2010

Sem inspiração

" Avond " Piete Corneles Mondriaan



Num vão o enfado do vazio
agregam-se idéias mas foge - me a inspiração,
incomoda- me esse panázio,
como se ocorresse uma estremunhão



Bem pensado, disse um amigo
qualquer dia eu escrevo sobre essa falta de assunto
meneei e disse concordo contigo
será o pensamento dissoluto ?



Viajo em palavras e músicas
entremeio ao passado presente futuro
e lembrando de uma filosofia " vai'sesika"
me encontro em versos nasci turnos


" ...Em passado ecos diversos
águias brancas, cafés expressos, sabores...
num presente maia de ser particular sem excessos
e acabo instilando um canteiro transbordando em cores... "

2 comentários:

  1. Que a fonte de inspiração esteja sempre contigo!

    Beijo, amor!

    ResponderExcluir
  2. Sagaz você!!!... Fez da falta de inspiração, um poema muito inspirado!... E muito bonito!...

    ResponderExcluir