domingo, 10 de abril de 2011

Alma iluminada



Sobre quimeras e horizontes,
em gestos e palavras.
Num mundo tão vasto,
me deparei com sua fronte...

Na vida um segredo,
nos dias um contrato.
Em semanas o meu medo,
em um ano o auto-retrato.

Fluência em dizeres,
almas em desatino,
consumado em prazeres.
Dois Sóis e um caminho...

Numa terra do nunca,
contornada por moinhos,
perdidos entre memórias,
ávidos por um resquício.

A alma iluminada...
leva brilho a cada morada.
E esse cavalheiro,
com seus sonhos em permeios
cativou uma ragazza...

Chega manso todo dia,
com carinhos e afagos.
E se senta ao meu lado...
E se diz numa constância...
"Como a vida é doce...
E como é bom estar apaixonado..."

E com esse versinho,
tao singelo e pequenino,
presenteio ao meu adorado.

4 comentários:

  1. Não só a alma mais teus versos são Iluminados...Sem palavras
    luz Ana
    Agradeço de coração seu delicado comentário no meu cantinho
    bjs

    ResponderExcluir
  2. Muito obrigada amiga pelo carinho,és uma querida e são estas demonstrações de amizade que nos fazem seguir em frente,obrigada mesmo.
    Para ti amiga,um grande beijinho...Miuíka

    ResponderExcluir
  3. Monet , Luciana , amiga do meu namorado Caio . Ele me incentivou a criar um blogger , devido a alguns poemas que eu fiz ( risos ) , nisso ele teve a idéia louca de cirar um blogger pra mim , e eu mais louca ainda aceitei . Mas essa experiência está sendo única e bonita . Ele mostrou o seu blogger para eu acompanhar e manter contato , já que eu havia dito que queria bloggers interessantes .Amei esse poema da Alma iluminada , e por uma bonita concidência , o nome do meu blogger chama-se " Redescobrindo a Alma " . Parabéns Luciana ,Monet . Grande abraço , tenha uma semana linda de luz e de alma iluminada .

    ResponderExcluir